Saiba porquê fazer curso técnico é importante para o ingresso no mercado de trabalho

29/01/2018 - 14h01

A realização de um curso técnico(Aprendizagem Industrial, Curta Duração (Iniciação e Aperfeiçoamento), Qualificação Profissional e Habilitação Técnica) é muito importante para ingressar no mercado de trabalho das indústrias cearenses. Para tanto, é preciso receber orientações e saber escolher bem o curso profissionalizante para área de interesse.  A gerente da unidade de Educação do SENAI Ceará, Sônia Parente, traça uma panorama sobre cursos técnicos ofertados pela instituição a fim de atender aos que interessam em trabalhar no setor industrial ou mesmo aos empresários que querem qualificar seus trabalhadores. Saibam porquê os cursos técnicos são meios essenciais para inserção no mundo do trabalho.

Cursos técnicos que atendem a demanda de mercado da industria cearense


* Sônia Parente explica que o portfólio do SENAI CE é robusto, o que permite uma gama de opções para atender a demanda local da Indústria. Dentre os cursos técnicos mais procurados podemos citar o de Técnico em Segurança do Trabalho, profissão que ganhou seu lugar principalmente nas grandes e médias indústrias; além dos cursos do setor Metalmecânico (Técnico em Mecânica, Técnico em Eletromecânica, Técnico em Soldagem), Automação (Técnico em Automação) e energia (Técnico Eletrotécnica e Técnico Eletroeletrônica).
* Ela  complementa esclarecendo que outros cursos que têm recebido muita adesão ao mercado são: Técnicos em Refrigeração, Técnico em Logística, Técnico em Edificações, Técnico em Meio Ambiente; Técnico em Mecatrônica, Técnico em Redes de computadores e Técnico em Vestuário.

Curso técnico pode ajudar a ingressar no mercado de trabalho

* Estudos apontam que a inserção no mercado de trabalho é facilitada nas áreas técnicas. Os países de primeiro mundo já adotaram acultura de incluir a educação profissional no currículo da educação básica. O candidato que possui curso técnico tem mais opções para adentrar no mercado de trabalho, uma vez que falta mão de obra técnica especializada. Essa opção não inviabiliza a Graduação Superior.

* Segundo Sônia Parente,  os cursos técnicos podem ser vinculados a graduação e propiciar um maior conhecimento e chances ao candidato de uma vaga de emprego. "Engenheiros da Construção Civil que também possuem o Técnico em Edificações, tendem a desenvolver uma visão maior sobre os canteiros de obras. Trata-se de um complemento de saberes que pode ser um diferencial na busca por uma vaga de emprego", exemplifica.

Falta de mão de obra qualificada no Ceará e no Brasil

* O recorte do Mapa da indústria de 2016, estudo elaborado após a Olimpíada do conhecimento, aponta que o estado do Ceará precisará de cerca de mais de 300 mil profissionais em ocupações industriais de níveis técnicos.

* Sônia Parente destaca que o crescimento industrial do Estado é constante, sendo necessário mão de obra qualificada em diversas áreas.

Cursos técnicos auxiliam estudos na Universidade

* Frenquentemente as unidades do SENAI Ceará recebem alunos oriundos da Graduação em busca de complemento de saberes, tanto em cursos de Qualificação Profissional, quanto aos Técnicos e Aperfeiçoamentos (Cursos Rápidos).

* A gerente da Unidade de Educação do SENAI Ceará explica que  a proposta da Universidade é diferenciada e os currículos normalmente apresentam poucas atividades práticas. Enquanto que a formação técnica do SENAI direciona no mínimo 60% de sua carga horária, à práticas aplicadas no dia a dia da produção. O que justifica a procura por nossos cursos. "Além disso, muitos alunos usam os cursos do SENAI para cumprir cargas horárias complementares exigidas na graduação", ressalta.

Serviço:
* Ficou interessado em fazer um curso no SENAI? Os interessados podem obter informações acessando AQUI o site do SENAI ou ligando para Central de Relacionamento do Sistema FIEC: (85) 4009-6300.

* Conheça AQUI as outras soluções em Educação das casas(SESI, SENAI e IEL) ligadas ao Sistema FIEC.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024