telefone(85) 4009.6300

André Figueiredo diz que há mais convergências do que diferenças com o setor produtivo

12/07/2016 - 11h07

O deputado federal André Figueiredo (PDT/CE) disse durante encontro na reunião de diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), na última segunda-feira (11/7), que há mais convergências do que diferenças em relação as propostas dos empresários e as dele no que diz respeito as mudanças nas leis trabalhistas em vigor no país. Ele citou nesse sentido a discussão quanto a terceirização, como um avanço em alguns aspectos, citando especificamente os setores da construção civil e automobilístico como irreversíveis. Para o parlamentar, a sua gênese como líder trabalhista no PDT, não o impede de ter essa abertura para pontos que considera importantes avançarem. "Sei que grande parte do empresariado pensa como eu, porque não queremos retirar direitos dos trabalhadores, e sim aperfeiçoá-los".

André Figueiredo, todavia, discordou da ideia do aumento da carga horária como elemento fundamental para garantir competitividade. "Da mesma forma que não concordo com a diminuição para 40 horas, também não acho que aumentar para 60 horas seria a melhor saída". Para o parlamentar, os ganhos alcançados pela economia brasileira em anos não muito distantes se deram com a atual carga horária, provando que é possível manter a competitividade com esse quadro. Figueiredo ressaltou ainda que mais grave do que a questão trabalhista é a questão tributária. "Essa sim, precisamos mudar o quanto antes".

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright