telefone(85) 4009.6300

Sistema FIEC fortalece integração indústria e agropecuária em participação no Pecnordeste

23/06/2016 - 11h06

Queijos, leite, bebidas lácteas, água de coco, polpa de fruta, sucos, paçoca, ovos de galinha caipira, sorvetes e picolés. Além de rações, mudas de plantas clonadas e beneficiamento do subprodutos do peixe tilápia. Esse mix de produtos agroalimentares são uma amostra de como o setor industrial está integrado com a agropecuária e o agronegócio durante o XX Seminário Nordestino de Pecuária - Pecnordeste, que acontece no Centro de Eventos do Ceará. O Sistema FIEC e empresas associadas ao Sindialimentos, Sindsorvetes e Sindilactícínios estão presentes em estandes ao lado do parceiro Sebrae/CE.

Na quarta-feira, durante o segundo dia de programação, o ponto alto da presença da agroindústria no Seminário foi a apresentação do Entreposto Móvel de Pescado da Empresa Piscis, associada do Sindialimentos, com a presença de empresários, gestores do Sistema S e representantes do governo e das universidades. O presidente do Sindialimentos, André Siqueira, conduziu a apresentação do entreposto que vai auxiliar o psicultor no abate de tilápia de forma sustentável e dentro das normas de vigilância sanitária. Ele aproveitou o momento para elogiar o Sebrae, que além de parceiro no projeto, convidou o Sistema FIEC e os sindicatos industriais que têm relação direta com o setor agropecuário para expor produtos e serviços em um mesmo espaço. " Ficou muito bom esse espaço de integração e avalio positivamente a aproximação e o apoio que o Sebrae vem dando à FIEC como um todo, não só no evento, mas em ações e projetos com o objetivo de elevar a competitividade das micro e pequenas indústrias cearenses", enfatiza Siqueira.

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC), Flávio Sabóya, considera importante a integração harmônica dos vários setores do Sistema S no estimulo e fortalecimento da agropecuária e agroindústria. "Além da participação em eventos que geram oportunidades e negócios, nos reunimos sistematicamente, agricultura, indústria e comércio, no sentido de que as nossas ações se completem. Assim nós podemos dar uma demostração de que mesmo estando em um estado do Ceará sofrido, com cinco anos de seca, temos alternativas concretas de desenvolvimento como esse apresentado no entreposto móvel da psicultura", exemplifica.

Ele lembra que os setores produtivos promovem sistematicamente reuniões no conselho do Sebrae, nas quais cada "S" apresenta o que faz e como se integra com os demais. "Com essa iniciativa podemos criar no futuro o Conselho dos S no Ceará para que essa integração da qualificação profissional possa se dar de forma harmônica", anuncia Sabóya. Para o diretor técnico do Sebrae/CE, Alcy Porto, o ambiente do Pecnordeste se conecta com o ambiente do agronegócio dentro proposta do presidente da FIEC, Beto Studart, de união das cadeias produtivas e de integração os setores primários, secundários e terciários.

De acordo com o presidente do Sindsorvetes, Flávio Oliveira, a união das cadeias produtivas no evento reforça as sugestões deixadas como visões de futuro do Projeto Rotas Estratégicas do segmento agroalimentar e traz o bem para o Estado. "O evento tem gerado contatos com fornecedores e novas tecnologias. A gente precisa na prática dessa integração acadêmica, comercial e produtiva como verificamos aqui no Seminário. Precisamos também do apoio do Estado em infraestrutura, logística e estímulo à interiorização industrial. Mas só podemos levar uma indústria ao interior se tivemos uma cadeia fortalecida de fornecedores e uma boa oferta mão de obra", sugere. A participação dos sindicatos no evento contou om a articulação do Núcleo de Convênios e Parcerias da Fiec (Nucop).

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright