telefone(85) 4009.6300

Construção civil cearense alavanca alto volume de negócios e mira na geração de emprego

10/02/2021 - 10h02

O Sinduscon Ceará segue atuando pela representatividade do setor, fortalecendo a construção civil na geração de emprego, renda, qualidade de vida e inclusão social. A expectativa do setor é gerar 10 mil empregos em 2021.

Dos 18,5 mil empregos com carteira assinada gerados no Ceará em 2020, 5.997 foram registrados na construção civil. É o que apontam os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia, que mostra o setor como vice-líder de geração de vagas no Estado, contribuindo diretamente para o cenário de recuperação das vagas formais perdidas no período.

O mercado imobiliário cearense registrou, somente em dezembro de 2020, o financiamento de 1.317 imóveis no Estado, totalizando R$ 413,8 milhões em operações de crédito imobiliário com recursos da Poupança, de acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). O resultado representa um novo recorde mensal do Ceará, que superou o mês de junho de 2014 (R$ 360,9 milhões).

Para o presidente do Sinduscon-CE, Patriolino Dias de Sousa, os cortes na taxa básica de juros e as consequentes reduções dos juros imobiliários foram alguns dos fatores que impulsionaram as vendas. “A Selic a 2%, a debandada das pessoas da renda fixa, que está pagando taxas negativas, o medo da volatilidade da bolsa de valores e também os cinco meses que as pessoas ficaram em casa em isolamento social por conta da pandemia. Tudo isso fez os clientes adquirirem o estoque”, aponta.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT