telefone(85) 4009.6300

Exporecicla aponta tendências e oportunidades para o setor no segundo dia de programação

05/11/2020 - 14h11

Logística reversa, novas tecnologias sustentáveis e reciclagem. Esses foram alguns dos temas do segundo dia de programação da 10ª edição da Exporecicla, a maior feira de sustentabilidade do Nordeste. Promovido pelo Sindicato das Empresas de Reciclagem de Resíduos Sólidos Domésticos e Industriais no Estado do Ceará (Sindiverde), o evento teve como objetivo disseminar informações, ideias e conteúdos relevantes para empresas, profissionais e entidades ligadas ao setor, com foco na inovação e em novas tecnologias. A Exporecicla teve início na quarta-feira (4/11) e se encerra hoje (5/11), tendo sido realizada, pela primeira vez, de forma totalmente online.  

Uma das palestras da programação desta quinta-feira foi a de Raquel Veríssimo, da Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais (Apemeta). O tema da palestra foi “Tendências das Tecnologias Ambientais em Portugal” e a especialista começou apresentando a associação. De acordo com ela, a entidade conta com mais de 200 empresas associadas e é uma das mais representativas de Portugal.

Lá, informou a especialista, o setor é muito dinâmico e vem evoluindo com o crescimento do número de empresas e de suas competências. Segundo Raquel, as empresas de tendências ambientais mais “clássicas” (aquelas focadas em saneamento, abastecimento de água, resíduos e emissões, entre outras) estão inovando e implementando novas áreas de negócios. 

“Isso se deve um pouco ao fato de que, no final da década passada, a IAPMEI (Agência para a Competitividade e Inovação de Portugal) definiu uma estratégia de clusterização da economia portuguesa em torno de várias áreas chaves para a economia. As competências das tecnologias ambientais foram de tal forma se espalhando que novas competências surgiram associadas a esses clusters, sobretudo naqueles ligados à construção sustentável, arquitetura, engenharia, tecnologias da informação, entre outros”, disse.

Raquel destacou ainda que as tradicionais tecnologias ambientais estão hoje numa era mais digital e integrada a outros serviços prestados às cidades. Hoje em dia, de acordo com ela, a temática da economia circular está dinamizando muito o setor das tecnologias ambientais. “Existe um foco muito grande na transição para esse novo modelo de pensar e desenvolver as atividades econômicas. Isso vai continuar a gerar muitas oportunidades para o setor, que deverá se reinventar e ajudar os outros a se reinventaram também”, pontuou.

A programação da Exporecicla continua ao longo da tarde, com encerramento às 18h. Para acompanhar as palestras de ontem e de hoje, acesse o canal do evento no Youtube.  

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT