telefone(85) 4009.6300

Presidente Ricardo Cavalcante recebe visita de diretor-presidente da Galvani

04/11/2020 - 17h11

Na tarde desta terça-feira (3/11), o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante, recebeu a visita do diretor-presidente da empresa Galvani, Ricardo Neves de Oliveira. A mineradora é responsável pela construção de uma usina para exploração de urânio e fosfato no Ceará, por meio do Consórcio Santa Quitéria, do qual também faz parte a Indústrias Nucleares do Brasil (INB). Juntas, as empresas devem investir 400 milhões de dólares no empreendimento, que deve gerar 2.500 empregos diretos e indiretos na região do município de Santa Quitéria.

Também participaram do encontro: Raphael Turri, gerente de Meio Ambiente, Saúde, Segurança e Qualidade da Galvani; Danilo Cosalino, diretor financeiro da Galvani; Tomás Figueiredo Filho, diretor da Agência Nacional de Mineração (ANM); Tomás Figueiredo, prefeito de Santa Quitéria; e Firmino Morais Sant’Anna, assessor da prefeitura de Santa Quitéria.

"É muito importante esse contato, no sentido de nos alinharmos para poder estabelecer parcerias. Queremos começar da melhor forma possível, para que todos os nossos esforços resultem num projeto que tenha não apenas o seu espírito de remuneração para os acionistas, mas também para que Santa Quitéria cresça, gere riqueza e melhore o seu Índice de Desenvolvimento Humano", disse o diretor-presidente da Galvani, Ricardo Neves de Oliveira. Entre os ganhos para a região, o executivo reforçou a geração de empregos qualificados. "As indústrias de mineração e química geram empregos com salários maiores e postos de trabalho mais qualificados. Neste aspecto, a FIEC e o Sistema S são extremamente importantes", destacou. 

O presidente Ricardo Cavalcante ressaltou a disponibilidade da FIEC em contribuir com o sucesso do projeto. "Eu, que sou da área de mineração, sei o tamanho da riqueza que será trazida para o Estado do Ceará. A FIEC está à disposição para contribuir. Do ponto de vista de formação de mão de obra, por exemplo, vale dizer que todas as grandes indústrias que se instalaram recentemente no Estado contaram com o SESI e o SENAI para qualificar os seus colaboradores. Nós temos também o Núcleo de Meio Ambiente e o Observatório da Indústria, que podem orientar e gerar informações qualificadas", listou.

Saiba mais

No dia 28/9, o Governo do Ceará assinou um memorando de entendimento para retorno da exploração de urânio no Ceará, por meio da mina de Itataia, que fica na cidade de Santa Quitéria. A cerimônia contou com a participação do presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante.

O projeto de exploração foi remodelado e deve receber US$ 400 milhões em investimentos até o início da operação, gerando 2,5 mil empregos diretos e indiretos. A mina de urânio e fosfato de Itataia foi descoberta ainda em 1976. Com a repaginação, o projeto prevê um melhor uso e reuso da água na região de Santa Quitéria. O início dos estudos ambientais aconteceu no último trimestre de 2020. Para o próximo ano, a meta é concluir todo o projeto base e a estrutura financeira e societária. A região conta com uma das maiores reservas de urânio associado ao fosfato do planeta, e vai tornar o Brasil autossuficiente no concentrado de urânio (ou yellow cake).

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT