telefone(85) 4009.6300

Expo Ceará Química tem início com debate sobre o desempenho da indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos

07/10/2020 - 13h10

Uma indústria com três mil empresas no Brasil, que gera oportunidades de emprego para mais de seis milhões de pessoas e que registrou crescimento nacional, em 2020, de 5,3% até o mês de agosto em relação ao mesmo período de 2019. Os dados refletem o momento atual da indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (HPPC) brasileira e esse assunto foi tema do webinar de abertura da Expo Ceará Química. O evento, que neste ano chega à sua terceira edição e pela primeira vez num formato online (Expo Digital), teve início na terça-feira (6/10) e prossegue até 15/10, com transmissões pelo Youtube.

A Expo Ceará Química é uma realização do Sindquímica, sindicato associado à Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em parceria com o Instituto Orbitar. O presidente do Sindquímica, Marcos Soares, abriu o evento e deu as boas-vindas aos participantes. Em sua fala, Marcos Soares agradeceu o apoio da FIEC e dos demais patrocinadores, ressaltando a importância do evento para o setor e a abrangência nacional que a Expo Ceará Química ganhou com o formato online. Ele também destacou a parceria com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) e com a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional (ABIPLA), que dão suporte ao sindicato e filiados.

O presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, declarou ser uma honra participar do evento e frisou a importância do setor químico para o Ceará. “Estamos passando por um ano muito difícil. A indústria, como um todo, e o setor químico, em especial, foram fundamentais no enfrentamento da pandemia. Conseguimos unir todos os empresários do setor com o governo para mostrar a capacidade de trabalho que as nossas indústrias têm e isso, para a gente, foi muito importante. Quero parabenizar toda a diretoria do Sindquímica. A FIEC fez um trabalho grande e a presença do Sindquímica foi fundamental”, afirmou.

Ricardo Cavalcante disse que o Sistema FIEC mantém um apoio incondicional às ações do Sindquímica e que, com esse apoio, espera que as empresas deem o salto necessário para prosperar. “A importância do associativismo está cada vez mais latente no país. Precisamos estar sempre unidos, juntos, para que a gente possa enfrentar os problemas de forma unificada. Dessa forma, a gente pode compreender e entender como será essa saída”, afirmou.

Após as palavras do presidente da FIEC, o presidente executivo da ABIHPEC, João Carlos Basílio, deu início à conversa sobre o momento atual do mercado de HPPC e as perspectivas para os próximos meses. O executivo expôs um panorama do segmento, mostrando a sua atuação desde o início da pandemia. De acordo com ele, no final de 2019 o segmento registrou um bom crescimento e as perspectivas para 2020 eram positivas. Com a pandemia, o segmento desacelerou, mas manteve o bom desempenho em função da produção de álcool em gel.

“No passado, éramos vistos como indústria de supérfluos. No início da pandemia, fomos considerados serviço essencial. Então, isso mudou. Nossas fábricas não pararam. Toda a cadeia se viu voltada à essencialidade dos nossos produtos. Tivemos o desafio do álcool em gel. Antes da pandemia, essa produção representava 0,5% do faturamento do setor. Faltou matéria-prima, embalagem e houve a necessidade de agilizar o processo. Mas, em menos de 50 dias, o mercado brasileiro estava abastecido com álcool em gel”, comemora.

Os resultados do segmento até agosto sinalizam um crescimento positivo de 5,3% em relação a 2019, valor acima das perspectivas da ABIHPEC. “Temos enormes desafios. Somos um setor regulado. Estamos pleiteando liberação por parte da Anvisa para que todos os produtos do setor entrem em regime de notificação”, destacou. Além da burocracia, João Carlos Basílio apontou o peso dos tributos como um desafio a ser superado. Ele defendeu uma reforma tributária ampla, geral e irrestrita. “Já tivemos fatiamento de reformas e não queremos isso. O momento é muito propício para que tenhamos a simplificação dos procedimentos. Precisamos acabar com a guerra fiscal e criar incentivos produtivos”, pontou.

O diretor do Sindquímica, Paulo Gurgel, participou do momento final do webinar mediando perguntas e respostas.

Saiba mais
A Expo Ceará Química (Expo Digital) terá, ao todo, cinco encontros virtuais, ao vivo. Em cada encontro, será discutido um assunto da indústria química. Ao longo da apresentação, os participantes também vão poder interagir e tirar dúvidas sobre o tema.

O evento acontece nos dias 6, 08, 13, 14 e 15 de outubro, e será transmitido pelo canal do YouTube do Sindquímica, sempre a partir das 19h.

Os participantes do evento também vão poder concorrer em um sorteio, que vai acontecer no dia 15/10. Para concorrer a uma envasadora economy, o participante deve ter participado de todas as webinars, ter realizado sua inscrição pelo sympla, estar seguindo os perfis  do instagram @sindquimicaceara e  @prymaxx e estar inscrito no canal do Sindquímica Ceará.

Confira a programação:
8/10 - Tema: O Mercado Brasileiro de Saneantes nos últimos 5 anos
Painelista:  Paulo Carvalho Engler Pinto Jr - Diretor Executivo da ABIPLA - Associação Brasileira  das Indústrias de  Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes
Mediador:  Assis Saraiva Mangueira – Presidente da Indústria Sabão Juá

13/10 - Tema: Liderança Ágil e Sucesso na Era da Transformação
Painelista: Valdemar Barros Filho, Presidente da Barros Soluções em Gestão - Empresa Associada à Fundação Dom Cabral
Mediador:  Yuri Torquato de Oliveira Figueiredo
Empresário da Prática Construções & Incorporações Ltda e Diretor Administrativo do Centro Industrial do Ceará – CIC

14/10 -
Hub de Empreendedorismo e Inovação – IEL/CE. Apresentação de quatro Startups com soluções para indústria. Rodada com empresários
Os desafios da implantação do Polo Químico de Guaiúba. Flávio Barros, Diretor Técnico e Comercial da Cegás

15/10 - Tema: Modernização do Modelo Regulatório do Inmetro
Painelista:  Marcos Aurélio Lima de Oliveira – Gerente de Projetos do Inmetro
Mediadores: Marcos Soares – Presidente do Sindquímica e Presidente do Centro Industrial do Ceará
Neto Medeiros – Assessor Jurídico e Executivo do Sindquímica

Inscreva-se AQUI
Mais informações: 997201113

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

  • CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS: Facebook
Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT