telefone(85) 4009.6300

Reúso de água é tema de seminário nacional da FIEC

04/11/2019 - 11h11

No Brasil, mais de 100 milhões de pessoas não têm acesso a tratamento de esgoto adequado. O número equivale a soma das populações do Canadá e da França inteiras, sem saneamento básico apropriado. Para discutir soluções para esta problemática, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) está sediando o 2º Seminário Nacional sobre Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto: Recuperação de Recursos em ETE e Produção de Água para Reúso.

“O País não pode ir para frente com esses índices pré-históricos. Essa é a hora de mudar esse contexto, por isso muito nos orgulha receber este evento em nossa casa”, destacou o coordenador do Núcleo de Infraestrutura da FIEC, Heitor Studart, ao abrir o seminário em nome do presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, ao lado do presidente do evento, André Bezerra dos Santos. 

O seminário é uma realização da Universidade Federal do Ceará (UFC), por meio do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental, e pela Fundação Associação Técnico-Científica Engenheiro Paulo de Frontin (Astef), e é uma das ações do Masterplan de Água, projeto desenvolvido pelo Observatório da Indústria da FIEC. 

Em sua segunda edição, foi realizado pela primeira vez em Curitiba e desta vez chega ao Nordeste. “Esperamos que esse evento vire uma marca no Brasil e que possa contribuir para mudar a cara do nosso saneamento básico”, disse o Coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia-INCT-ETEs Sustentáveis, professor Carlos Augusto de Lemos Chernicharo.

“O assunto deste ano é extremamente relevante, pois precisamos diversificar a matriz hídrica brasileira e uma das formas mais promissoras é o reúso”, afirmou o diretor de engenharia da Cagece, José Carlos Lima Asfor.

O objetivo principal é propiciar discussões acerca do estado da arte de estações sustentáveis de tratamento de esgoto e recuperação de recursos (água, energia e nutrientes) e apresentar perspectivas para aprimoramento das condições de saneamento ambiental em países em desenvolvimento, além de promover a troca de conhecimento entre academia, sociedade e órgãos governamentais e empresariais. A programação contempla ainda estudos de caso nos temas principais do evento, apresentando projetos e iniciativas em escala plena, assim como experiências nacionais e internacionais. Além disso, estão sendo debatidos os principais desafios de gestão no setor de saneamento básico, urbano e rural.

O seminário contará com a presença de renomados pesquisadores nacionais e internacionais da área de saneamento básico, tratamento de esgotos, biogás, aproveitamento de nutrientes e uso lodo e reuso de água.

Nesta segunda-feira, os participantes puderam conferir a palestra magna com o tema “O Saneamento como um direito humano básico”, ministrada pelo professor Marcos Montenegro, do Observatório do Saneamento. Já os painéis técnicos abordaram os seguintes temas: “Tratamento de esgoto no brasil: passado, presente e futuro”, “: “Produção de água para reúso e remoção/recuperação de nutrientes em ETEs - Experiências Internacionais”; e “Inovação tecnológica do setor do tratamento de esgotos e reuso”.

A expectativa é que cerca de 300 pessoas participem do seminário, entre estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, profissionais da área, gestores, políticos, projetistas e representantes de instituições de fomento, companhias de saneamento, indústrias, órgãos públicos e empresas privadas atuantes no setor, ONGs e organismos de cooperação internacional interessados e atuantes na área de sustentabilidade, saneamento básico, resíduos sólidos, uso racional da água, nutrientes e energia.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

  • CENTRO INTERNACIONAL DE NEGÓCIOS: Facebook
Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT