telefone(85) 4009.6300

FIEC sedia a edição 2022 do Hero Games Brasil

18/11/2022 - 15h11

O mercado de games está em plena ascensão, no Brasil e no mundo, atraindo cada vez mais empreendedores. Para se ter uma ideia, estimativas de entidades ligadas ao setor indicam que neste ano a indústria de jogos deve gerar, no mundo todo, mais de US$ 200 bilhões e, no Brasil, deve superar a marca de US$ 2,3 bilhões. Com o objetivo de impulsionar o mercado local e conectar desenvolvedores de jogos com investidores e empresas inovadoras, será realizada, em Fortaleza, mais uma edição do Hero Games Brasil. O evento acontece de 21 a 23 de novembro, na Casa da Indústria (Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota), com o apoio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará). 

Neste ano, o Hero Games será realizado presencialmente, com transmissão ao vivo pela internet. Serão três dias de palestras, debates, exposição de cases de sucesso, workshops e outras ações. Entre as palestras, destaque para o tema “Escalando virtualmente o treinamento” (Case da BAT – British American Tabaco), no dia 21/11, às 16h, com Tiago Guimarães da Bugaboo Studio. Ele vai mostrar como a indústria utilizou uma solução gamificada para resolver um problema interno relacionado ao treinamento de pessoas. Outro destaque será a palestra “Gerando inovação e vantagens competitivas com tecnologias de jogos”, no dia 22/11, às 19h, com o mesmo palestrante.  

O grande destaque, porém, é o foco na geração de negócios, com a realização de rodadas de negócios envolvendo desenvolvedores cearenses de jogos autorais (entretenimento) e publishers e investidores internacionais. Essas rodadas ocorrerão por meio de uma plataforma digital chamada Meet to Match, que aproxima compradores de desenvolvedores de acordo com os perfis. Está confirmada a participação de 15 investidores, entre eles a ByteDance, dona do TikTok.

“Todos esses investidores são empresas de pessoas que entenderam como ganhar dinheiro vendendo jogos pela internet. Essas empresas ficam buscando jogos com potencial de mercado pelo mundo e eles entenderam que o Hero Games é um ponto interessante de se fazer negócio. Será a primeira vez na história que esse movimento sai do eixo Rio - São Paulo para vir pra cá. Essas rodadas serão a principal entrega do evento neste ano”, ressalta o idealizador do Hero Games Brasil, João Guilherme Studart.

Também haverá rodadas voltadas a desenvolvedores de jogos corporativos. Essas rodadas ocorrerão presencialmente, nas salas do IEL, conectando esses desenvolvedores às indústrias e outras empresas que busquem aprimorar o desempenho dos seus negócios, por meio de soluções gamificadas. Empresas de sucesso utilizam a dinâmica de jogos para atender a diferentes propósitos, como marketing, cultura organizacional, gerenciamento de projetos, recrutamento ou até mesmo para cuidar da saúde dos funcionários. Porém, muitas empresas ainda desconhecem o potencial dos jogos. A ideia do evento é justamente disseminar essas oportunidades.

Outro diferencial do evento é a participação de estudantes de escolas públicas, do ensino profissionalizante da área de tecnologia. Esses jovens vão expor jogos criados por eles e terão a oportunidade de ser avaliados por desenvolvedores profissionais, gerando a possibilidade de aprimorá-los para o mercado. “A indústria de jogos tem a necessidade de renovar constantemente a sua mão de obra. Esses jovens, por meio do empreendedorismo, por meio dos jogos, poderão ter uma oportunidade de renda, de ocupação. Então, o evento tem esse viés social também”, afirma João Guilherme.

Para a gerente de Inovação e Pesquisa do IEL Ceará, Margaret Lins, o Hero Games Brasil está em sintonia com a missão do Instituto de apoiar as empresas na busca de soluções inovadoras para os desafios atuais e futuros dos negócios. “O IEL está sempre antenado com as mais modernas ferramentas e tendências de mercado. O nosso foco é impulsionar a inovação nas empresas e com o Hero Games aproximamos os jogos das indústrias, com a convicção do potencial que os jogos têm de aprimorar o desempenho dos negócios cearenses em diversas áreas, tornando-os mais competitivos”, justifica.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

ESG: Governança Ambiental, Social e Corporativa - Environmental, Social, and Corporate Governance

Ambiental

6 Água potável e saneamento 7 Energia acessível e limpa 9 Indústria, inovação e infraestrutura 11 Cidades e comunidades sustentáveis 12 Consumo e produção responsáveis 13 Ação contra a mudança global do clima 14 Vida na água 15 Vida terrestre

Social

1 Erradicação da pobreza 2 Fome zero e agricultura sustentável 3 Saúde e bem-estar 4 Educação de qualidade 5 Igualdade de gênero 6 Água potável e saneamento 8 Trabalho decente e crescimento econômico 9 Indústria, inovação e infraestrutura 10 Redução das desigualdades 12 Consumo e produção responsáveis 16 Paz, justiça e instituições eficazes

Governança

5 Igualdade de gênero 8 Trabalho decente e crescimento econômico 9 Indústria, inovação e infraestrutura 11 Cidades e comunidades sustentáveis 12 Consumo e produção responsáveis 13 Ação contra a mudança global do clima 16 Paz, justiça e instituições eficazes 17 Parcerias e meios de implementação
FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright