telefone(85) 4009.6300

FIEC, por meio do IEL Ceará, inicia imersão ao ecossistema de inovação de Barcelona

12/09/2022 - 13h09

Com uma aula magna do Doutor em Ecossistemas de Inovação, Presidente do La Salle Technova Innovation Park em Barcelona e da Rede Catalã de Parques Científicos (XPCAT), Josep Piqué, teve início nesta segunda-feira (12/09) a imersão ao ecossistema de inovação de Barcelona realizada pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará), em parceria com a universidade La Salle. Participa da imersão um grupo de 42 cearenses, capitaneado pelo Presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, entre empresários de diversos setores, representantes de entidades empresariais, governo, universidades e executivos. O objetivo da iniciativa é que os participantes conheçam e vivenciem a experiência de uma cidade referência no mundo na construção e implementação de um pacto pela inovação.

Ricardo Cavalcante, na abertura da imersão, destacou a importância dessa ação e ressaltou que o Ceará vive um momento de inovação, especialmente na área de energias renováveis, que poderá ser impulsionado com os ensinamentos da imersão. “A gente veio para aprender para levarmos de volta para o Ceará, numa velocidade muito grande, todos os conhecimentos. Temos aqui representantes de todos os setores que poderão entender como Barcelona se desenvolve e aprender como aplicar esse conhecimento no seu setor. Nosso objetivo era justamente esse: vir para uma universidade de ponta, entender o que está se passando no mundo, nesse processo de inovação, para levar para o nosso Estado”, declarou.

Na aula magna, Piqué falou sobre os fatores chave da transformação digital nas organizações, sobre o processo de gestão da inovação através das startups e sobre o papel da tríplice hélice no desenvolvimento do ecossistema de inovação de Barcelona.

“Hoje tivemos a oportunidade de apresentar modelos de inovação aberta, a importância da inovação pela ótica de que as startups são uma fonte de disrupção e como as instituições e empresas podem inovar mediante a incorporação de empresas de base tecnológica”, sintetizou. “É importante a articulação de um único sistema onde a Federação das Indústrias possa promover relações entre instituições, universidades e governo, com o objetivo de criar um ecossistema que permita novas iniciativas empresariais de base tecnológica, disruptiva, que garantam que seja o primeiro estágio para desenvolver iniciativas inovadoras a nível mundial”, ensinou Piqué.

A Superintendente do IEL Ceará, Dana Nunes, avaliou como espetacular a aula magna. “Ele nos mostrou a importância de se trabalhar com o ecossistema, de não se trabalhar sozinho, de olhar para as startups. As pessoas precisam estar de mãos dadas, porque há muito a ser feito, mas o ecossistema precisa estar alinhado. A união da tríplice hélice - universidade, academia e setor produtivo - precisa estar de mãos dadas para que essa evolução aconteça da melhor forma e que haja um impacto maior para toda a sociedade”, frisou. 

Após a aula magna, o grupo visitou o 22@ Barcelona para conhecer a aplicação prática dos conceitos apresentados por Piqué. O 22@ é o distrito de inovação de Barcelona que  transformou 200 hectares de uma área industrial decadente do bairro de Poblenou em um polo de startups e grandes empresas de base tecnológica. Desde sua concepção, o 22@ envolve todos os atores relevantes da nova economia do conhecimento, como universidades, empresas, governo e sociedade. Com um investimento público de cerca de 200 milhões de euros, o 22@ visa, além da transformação urbana, gerar as condições favoráveis para a criação dos clusters tecnológicos definidos como estratégicos para a nova fase da cidade e a atração de empresas e pessoas altamente criativas e inovadoras. Neste sentido, o objetivo desde o início foi transformar o que era uma cidade típica das sociedades do século 19 em uma região líder global na sociedade do conhecimento, típica do século 21, em especial em atividades relacionadas à educação de alto nível, criatividade e inovação.

Dando continuidade à agenda da imersão, o grupo teve aula sobre liderança e desenvolvimento de pessoas, com o especialista em talento e liderança da La Salle, Jordi Molla. Por fim, a programação do dia foi encerrada com uma dinâmica prática para análise de habilidades de liderança, conduzida por Esther Somoza, especialista no teste MBTI da La Salle.

Saiba mais:

A imersão “Inovação Disruptiva no Mundo Digital” é uma iniciativa da FIEC, por meio do IEL, em parceria com a Universidade La Salle, realizada com o objetivo de aproximar o Ceará das experiências mais inovadoras e disruptivas do mundo. Ela acontece em Barcelona, um case de sucesso mundial nesse assunto, de 12 a 16 de setembro. Participam da imersão industriais, executivos, representantes de entidades empresariais, do Governo do Estado e universidades, como Sebrae, Fecomércio, Facic, Associação Comercial do Ceará, FAEC, Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), Tribunal de Contas do Estado (TCE-CE), Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho do Estado do Ceará (Sedet), Universidade Federal do Ceará (UFC), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Centro Industrial do Ceará (CIC), Femicro, Sistema Verdes Mares, Engaja, entre outros.   

Será uma intensa jornada de cinco dias em que os participantes receberão capacitação em temáticas como transformação digital, inovação, empreendedorismo, liderança e desenvolvimento humano. Os professores serão especialistas da La Salle, uma das mais bem conceituadas universidades da Europa. Porém, o grande diferencial dessa iniciativa é a realização de diversas visitas técnicas às instituições e empresas referência da Espanha e da Europa, onde os participantes poderão conhecer, na prática, novos modelos de inovação, conduzidos tanto por startups quanto por grandes empresas internacionais, e a aplicabilidade dos conceitos aprendidos em sala de aula.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright