telefone(85) 4009.6300

Encontro de negócios promove quase 80 reuniões entre empresas interessadas em integrar a cadeia de hidrogênio verde no Ceará

05/08/2022 - 19h08

O Encontro de Negócios do FIEC Summit 2022 - Hidrogênio Verde realizou, ao todo, 78 reuniões ao longo dos dois dias de evento. Seis empresas-âncoras, que já possuem memorandos de entendimento assinados com o Governo do Estado para instalação de plantas no Porto do Pecém, receberam as demais empresas interessadas em integrar a cadeia de produção, armazenagem e distribuição do hidrogênio verde no Ceará. O espaço é coordenado pelo Centro Internacional de Negócios (CIN) da FIEC.

As âncoras AES, Engiee, Fortescue, Qair, Transhydrogen e White Martins/Lindt receberam, ao todo, 28 empresas para essas finalidades. Cada reunião durava 20 minutos e serviu para debater as possíveis similaridades e complementaridades entre os projetos multinacionais e como esses novos players poderiam atuar diante deste mercado que está em expansão mundialmente.

“O Encontro de Negócios do Fiec Summit 2022 superou as expectativas. Até empresas que não tinham efetuado a inscrição previamente, compareceram ao local das reuniões com o objetivo de realizar uma agenda de última hora. As empresas participantes tiveram a oportunidade de conhecer clientes, investidores e parceiros e fortalecer o relacionamento comercial”, pontuou a Gerente do Centro Internacional de Negócios (CIN) da FIEC, Karina Frota.
Segundo o Diretor para o Brasil da TransHydrogen Alliance, Mark McHugh, a etapa do encontro de negócios é bem anterior à possibilidade do fechamento de parcerias, mas foi de extrema importância para fortalecer vínculos e observar futuros negócios. “Recebemos alguns materiais com informações sobre empresas e estivemos analisando. Digamos que será necessário na fase de engenharia, talvez no fim do ano, mas esse tipo de contato foi muito positivo desde já”, afirmou.

Aproximação de empresas

A Assessora Especial do CIN, Laís Bertozo considerou que “o encontro foi muito importante para aproximar fornecedores de produtos e serviços de grandes multinacionais que pretendem atuar com o hidrogênio verde no Ceará. Essas empresas estão tendo a oportunidade de sair na frente, considerando a capacidade que o Estado tem em ser protagonista na produção de hidrogênio verde”, ressaltou.

Uma dessas empresas que participaram do encontro de negócios foi a World Freight, cuja representação foi realizada pela Gerente da filial em Fortaleza, Iara Zilio. “Nós somos importadores e exportadores de carga, e a nossa intenção é entrar nesse mercado do hidrogênio e buscar se especializar, buscar novos conhecimentos para todos, para os funcionários, para a gente poder pegar um pedaço do bolo”.

Conforme Iara Zilio, o hidrogênio verde é um assunto novo e já pode ser visto como “a menina dos olhos do mundo”, com a intenção de descarbonizar a produção industrial do futuro, por isso, um evento como o FIEC Summit tem bastante a contribuir. “Vejo como um evento de grandes oportunidades para todos. As rodadas de negócio são uma ótima oportunidade para conhecer o trabalho das empresas-âncoras e de poder mostrar o seu trabalho e potencial”, afirmou.

Quem também elogiou a estrutura do evento foi o Especialista em Negócios da Kawasaki, Sergio Kazuo. Veterano em participações de eventos da FIEC, o executivo parabenizou a organização do Summit e classificou o encontro de negócios como “uma grande ideia” por ocorrer em paralelo às palestras e espaços montados para discussão das energias renováveis.


“A Kawasaki, no momento, é uma observadora. Estamos coletando dados, informações e conhecendo um pouco mais o que está acontecendo e o que vai acontecer ainda. Por isso a gente está efetivamente participando de tudo para realmente conhecer, pois o Porto do Pecém, hoje, está na vanguarda, está muito à frente, então naturalmente temos muita curiosidade e muito interesse”, disse Kazuo.


Investidora no Ceará a partir de uma usina eólica em construção no município de Icapuí, a 2W Energia também participou do encontro. A ideia da empresa é levar energia limpa para consumidores do próprio estado, por isso a participação no evento foi considerada importante, uma vez que pode ajudar a fortalecer os vínculos com pequenas e médias empresas que ainda estão distantes da realidade ESG que vem sendo exigida no mundo.


“Queremos fazer essa parceria com a FIEC e, obviamente, se aproximar ainda mais do tema do hidrogênio. É um tema para daqui a cinco ou 10 anos, mas, nós como uma plataforma que investe em geração de energia limpa, queremos estar perto, nos aproximar da Secretaria de Desenvolvimento, do Porto do Pecém, para analisar como podemos, olhando um planejamento de longo prazo, nos colocar no tema do hidrogênio”, afirmou o Presidente da 2W Energia, Cláudio Ribeiro.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright