telefone(85) 4009.6300

FIEC realiza rodadas de negócios com os associados ao Sindienergia em uma ação do Programa Geração de Negócios da FIEC

22/07/2022 - 20h07

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), em parceria com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL Ceará) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - (SEBRAE) realizaram na tarde desta quarta-feira (20/07), uma rodada de negócios com os associados ao Sindicato das Indústrias de Energia e de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará (Sindienergia-CE).

A ação faz parte do Programa Geração de Negócios da FIEC, lançado pelo Presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante e tem como objetivo mobilizar, reunir, qualificar e viabilizar negócios entre os setores da indústria e todo o seu encadeamento produtivo, por meio de encontros de negócios que promovam novas oportunidades, estimulando a conexão entre empresários e ações de cooperação que impulsionam a competitividade econômica e a geração de negócios.

A Superintendente do IEL-CE, Dana Nunes, abriu a solenidade lembrando o enorme potencial da Federação para realização de negócios. “Hoje na Federação, nós temos 40 sindicatos patronais e uma infinidade de oportunidades que precisam ser exploradas e iremos intensificar muito isso. Termos aqui um sindicato tão estratégico e parceiro como o Sindienergia conosco nesse processo é muito gratificante. Só temos a agradecer o presidente Luis Carlos por, de imediato, dizer que estaria conosco nesse processo”. E adiantou: “São várias ações, dentro do programa, que estão acontecendo, incluindo outras rodadas de negócios, de outros setores, já programadas para acontecerem ainda este ano”, frrisou Dana.

Além disso, a Superintendente do IEL-CE destacou a importância da atuação conjunta e do fortalecimento do associativismo. “O Programa visa também estimular a geração de novas transações, entre sindicatos e empresas, favorecendo a integração dos setores industriais e toda a cadeia produtiva, por meio da construção de estratégias de atuação conjunta e do fortalecimento do associativismo”, finalizou, Dana.

Em seguida, o presidente do Sindienergia, Luis Carlos Queiroz, destacou a importância da iniciativa, sobretudo, nesse momento de transição energética vivenciada. “Essa ambiência aqui, de trocar boas práticas, da gente correr e fazer diferente é um enorme diferencial e nós só temos a agradecer essa oportunidade do Sistema FIEC, do IEL.
O desafio das empresas hoje aqui é entregar um gerador de energia. Hoje, a gente vê problemas acontecendo porque as pessoas estão comprando painéis solares e não recebem um gerador de energia de fato, já que, na realidade, nós estamos comprando energia por 20 anos, com os sistemas solares fotovoltaicos. Então, essa segurança que o momento de hoje proporciona é imprescindível. Todas as empresas que estão aqui são sindicalizadas, tem uma engenharia formada e, com certeza, vão entregar qualidade e uma relação a longo prazo”, destacou Luis Carlos.

O diretor de Geração Distribuída do Sindienergia, Hanter Pessoa, por sua vez, ratificou as palavras do presidente e agradeceu a oportunidade. “De fato, era algo que precisávamos juntar a força dos sindicatos e fazer negócios dentro da Federação. Todos aqui estão no mercado e veem negócios malfeitos, com empresas que não são do Sindienergia. Então, por que não empresas da FIEC fazerem negócios com empresas associadas ao Sindienergia? Hoje é um dia histórico para o sindicato”, falou Hanter.

Logo após, o Gestor de Projetos do Sebrae-CE, Rogério Morais, ressaltou a importância do programa e o dinamismo do setor de energia. “Um dos setores que a gente acompanha e vê como é dinâmico é o de energia. Dessa forma, as instituições foram muito felizes em enxergar isso, de que forma podemos impulsionar ainda mais e fazer o que está sendo feito hoje aqui, compartilhando essa possibilidade de geração própria, de redução de custos”, lembrou Morais.
O consultor Jack Schaumann, por sua vez, lembrou a robustez do Programa Geração de Negócios FIEC, que agrega projetos diversos dentro dele, como: focos de conexão, rodadas de negócio, implementação de centrais de negócios, trabalho de Inter redes e a interiorização de todos esses projetos, dando capilaridade em todo o estado a essas ações.

Por fim, o também consultor Hugo Canamari, explicou a dinâmica da rodada de negócios, dando início ao processo e possibilitando o contato de todas as empresas presentes com as seis empresas fornecedoras.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright