telefone(85) 4009.6300

FIEC recebe Oficina sobre criação e gestão de RPPNs, promovida pela Associação Caatinga

23/06/2022 - 15h06

Nesta quinta-feira, 23 de junho, o auditório Luiz Esteves, localizado na Casa da Indústria, recebeu a Oficina sobre criação e gestão de Reservas Particulares de Patrimônio Natural (RPPNs), promovida pela Associação Caatinga, com apoio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará e patrocínio da Petrobras e do Governo Federal.

A abertura do evento foi feita pelo Diretor Financeiro da FIEC, Presidente do Sindicarnaúba e Presidente do Conselho Deliberativo da Associação Caatinga, Edgar Gadelha. “A FIEC é um parceiro inseparável da Associação Caatinga, para continuar a melhorar o meio ambiente do nosso estado. Este ano, implementamos o nosso Núcleo ESG e estamos trabalhando fortemente nesse viés Ambiental, Social e de Governança, que é uma tendência e um instrumento muito importante para o desenvolvimento das empresas, o desenvolvimento econômico e ambiental”, afirmou.

O Coordenador Geral da Associação Caatinga, Daniel Fernandes, falou sobre a importância da parceria com a FIEC, na preservação da Caatinga, no Ceará: “A FIEC, através do seu recente Núcleo ESG, tem estimulado uma série de iniciativas da Associação Caatinga. Temos uma parceria com a Federação, desenvolvendo um projeto de recuperação ambiental da Fazenda Raposa, uma unidade de conservação estadual, uma Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE), que fica no município de Maracanaú, onde plantamos, este ano, 12.500 mudas - das quais, cerca de 10.000 mudas são de carnaúba. São iniciativas que corroboram para contribuir com a preservação do bioma Caatinga. Temos, hoje, 42 RPPNs no Ceará, das quais 26 foram criadas com o apoio da Associação Caatinga. Criar uma RPPN é um ato voluntário e contribui para as futuras gerações.”

Participaram, como convidados: o Advogado e Mestre em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável Flávio Odijos, que, de forma online, palestrou sobre o tema “RPPN: conceitos, desafios, geração de recursos e legislação”; o Secretário de Meio Ambiente do Ceará, Artur Bruno, que falou sobre “Políticas Públicas de Incentivo às RPPNs no Estado do Ceará: novidades, desafios e perspectivas”; e as representantes de RPPNs do nosso estado, com o relato de suas experiências em gestão: Aíla Arrais, herdeira e Coordenadora da RPPN São Pedro; Eugênia Trindade, Diretora da RPPN Mercês Sabiaguaba e Nazário e RPPN Sítio Ameixas; e Kelma Rodrigues, Gestora da RPPN Ambientalista Francy Nunes. Além disso, entre os presentes, estavam a Presidente do Sindicafé, Milene Alves Pereira, e o Presidente do Simagran, Carlos Rubens.

O evento é parte do Projeto “No Clima da Caatinga”, da Associação Caatinga, e teve o objetivo de sensibilizar proprietários de terras e esclarecer a importância das reservas particulares para a conservação da biodiversidade e da ampliação das áreas legalmente conservadas, no nosso país.

“Quero parabenizar à FIEC pela criação do Núcelo ESG - isso é fundamental porque estamos convencidos de que não haverá desenvolvimento sem sustentabilidade. A política do Governo do Ceará, chamada de Programa Ceará Mais Verdes, tem vários projetos. O primeiro deles é a criação, a gestão e o apoio às unidades de conservação. Temos o COEMA, Conselho Estadual de Meio Ambiente, do qual a FIEC faz parte, onde deliberamos e fazemos normas relativas ao meio ambiente. A RPPN é fundamental, pois é uma unidade em que os proprietários de terra, que têm um sítio ou uma fazenda, querem preservar. Toda unidade precisa ter um plano de manejo que vai determinar o zoneamento da área, as diretrizes para a gestão e o diagnóstico da fauna, da flora e dos recursos existentes. No Ceará, está havendo um crescimento substancial das unidades estaduais (de preservação), mas ainda temos pouquíssimas unidades municipais. Nós temos uma coordenadoria, na Secretaria do Meio Ambiente, que trata da biodiversidade, onde temos uma área de apoio a estudos técnicos, a planos de manejo e à regulamentação das RPPNs, em parceria com a Associação Caatinga", explicou o Secretário Artur Bruno, sobre algumas políticas estaduais.

Durante o oficina, houve o ato simbólico de assinatura do pedido de criação de uma RPPN, no município de Apuiarés, de propriedade de Francisco Hugo Cavalcante de Souza. O documento foi assinado também pelo Secretário Artur Bruno.

Para mais informações, acesse o site: www.noclimadacaatinga.org.br
 

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright