telefone(85) 4009.6300

11° Energia em Pauta foca em Mercado Livre e oportunidade de redução de custos para empresas

25/05/2021 - 18h05

O Sindicato das Indústrias de Energia e de Serviços do Setor Elétrico do Estado do Ceará (Sindienergia-CE) e a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) preparam-se para a realização da 11ª edição do Energia em Pauta. Com um tema de grande relevância para o momento, “Mercado Livre – oportunidade de redução de custos para empresas”, o evento ocorre na próxima quinta-feira (27/05), às 17 horas, de forma virtual, sendo gratuito e aberto ao público interessado, formado, em sua grande maioria, por empresários, profissionais da área e estudantes.

Como palestrante, essa edição traz o especialista da área Paulo Siqueira, Diretor de Gestão Energética do Sindienergia-CE, CEO e sócio-fundador da Soma Energia, empresa de gestão energética que atua com as questões regulatórias, comerciais e operacionais do Mercado Livre, Geração Distribuída e Eficiência Energética.

Luís Carlos Queiroz, presidente do Sindienergia-CE, abrirá o evento, e Jurandir Picanço, Consultor de Energia da FIEC e Presidente da CSRenováveis/CE, será o moderador. Para debater com o palestrante, o Energia em Pauta traz Reginaldo Medeiros, Presidente Executivo da ABRACEEL (Associação Brasileira de Comercializadores de Energia); Bernardo Santana, Advogado especialista na área de Direito regulatório e ambiental com foco em energias renováveis e Sócio de BBMA Advogados Associados; e João Henrique Lins, responsável pelas operações comerciais em todo o Nordeste do grupo Elétron Energy, com mais de 15 anos de experiência no setor elétrico e vasto conhecimento em Distribuição e Comercialização de Energia.

“A energia está entre os três maiores custos das empresas. Em algumas delas é até o custo mais relevante. O que chama atenção é que boa parte das empresas não tem um processo de gestão energética bem estruturado. E um dos elementos desse processo é você poder escolher o seu fornecedor de energia, tornar-se protagonista na negociação do preço e volume do seu insumo energético, que é o que se pratica no Mercado Livre, um ambiente propício para compradores e vendedores fazerem a livre negociação, não só de preço, mas também de prazo, termos específicos e condições comerciais de pagamento e flexibilidade deste contrato. Onde tem competição, normalmente você tem menores preços. E esse é realmente o principal ponto de atenção para quem quer buscar o mercado livre, essa economia para melhorar a competitividade do seu negócio. Nesse momento de pandemia, reduzir custos é muito importante para as empresas”, explica Paulo Siqueira, Diretor de Gestão Energética do Sindienergia-CE.

“O Mercado Livre no Brasil hoje tem cerca de oito mil agentes, um número ainda muito pequeno, levando em consideração que temos, no Brasil, cerca de 22 milhões de CNPJs ativos. Então, conhecer as questões e riscos regulatórios desse mercado é muito importante porque vamos ter mudanças relevantes na regulação, que vão proporcionar a abertura do Mercado Livre para todas as pessoas jurídicas em pouco tempo e, no futuro, pessoas físicas. A mudança, que já está em curso no Congresso Nacional, vai justamente tratar de um cronograma de abertura gradual do Mercado Livre. As empresas e os executivos precisam estar atualizados sobre quais são as opções de redução de custos e quais são, portanto, as mudanças que estão no horizonte regulatório”, finaliza Siqueira.

Os interessados em participar do 11° Energia em Pauta devem realizar a inscrição por meio do LINK, disponível também nas redes sociais do Sindienergia-CE (@sindienergiaceara).

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright