telefone(85) 4009.6300

SENAI Ceará e CIN irão oferecer serviço de indicação geográfica de produtos

18/02/2021 - 17h02

O projeto de implantação do Serviço de Indicação Geográfica (IG) de produtos no Ceará está em fase final. Trata-se de uma parceria entre o Instituto de Tecnologia do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará), Instituto Nacional de Propriedade intelectual (INPI) e Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

O objetivo do serviço é estimular empresas a buscarem a certificação da indicação geográfica, fortalecendo e valorizando a cultura local. A IG também tem papel importante na identificação de produtos locais com potencial para a exportação.

O SENAI Ceará está trabalhando na identificação de produtos diversos, como crustáceos, móveis, queijos, café, flores, mel e frutas, para que utilizem o serviço de Indicação Geográfica e tenham mais respaldo no mercado.
O registro de Indicação Geográfica é conferido a produtos ou serviços que são característicos do seu local de origem, o que lhes atribui reputação, valor intrínseco e identidade própria, além de os distinguir em relação aos seus similares disponíveis no mercado. São produtos que apresentam uma qualidade única em função de recursos naturais como solo, vegetação e clima.

O selo de indicação geográfica é uma garantia para o consumidor, pois comprova que o produto é genuíno e possui qualidades particulares, ligadas à sua origem.

“A indicação geográfica protegida traz inúmeras vantagens para as indústrias, uma vez que proporciona o aumento do valor agregado dos produtos. Para o Ceará, com a valorização das propriedades a partir da indicação geográfica, poderá haver o aumento do turismo, do padrão tecnológico e da oferta de emprego, além de estímulo a comercialização dos produtos, facilitando o acesso aos mercados por meio da propriedade coletiva. A IG também confere maior competitividade no mercado internacional, uma vez que as indicações geográficas proporcionam imagem associada à qualidade e tipificação do produto, promovendo garantia institucional de qualidade, reputação e identidade do produto”, afirmou Ronara Aragão, consultora técnica do Núcleo de Inovação Tecnológica do Senai Ceará.

O Centro Internacional de Negócios irá ajudar na identificação de produtos locais com potencial para receber o selo, dando suporte, principalmente, na área de exportação dessas mercadorias. O projeto segue em fase final de implantação, em que estão sendo feitos levantamentos de custos, elaboração do plano de ação e definição da primeira região que será trabalhada.

“O CIN vai avaliar as exportações dos produtos que estão sendo levantados pela equipe do SENAI. Um dos aspectos que serão considerados para a definição dos produtos que serão trabalhados é a sua capacidade exportadora, além de acordos comerciais do Brasil com outros países, podem prever a proteção de produtos que possuem indicação geográfica", declarou Lais Bertozo, assessora especial do CIN.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
POLÍTICA DE PRIVACIDADE & COPYRIGHT