FIEC entrega Medalha do Mérito Industrial e Comenda da CNI aos agraciados de 2023 e 2024

Em sua tradicional celebração do Dia da Indústria, realizada na noite desta quinta-feira (09/05), a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) premiou sete industriais com as maiores comendas do segmento no estado e no país: a Medalha do Mérito Industrial da FIEC e a Ordem do Mérito Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Aline Telles Chaves, presidente do Grupo Telles; Cristiano Peixoto Maia, presidente do Grupo Samaria; e Roberto Soares Pessoa, prefeito de Maracanaú e presidente e fundador da Emape, foram condecorados com a Medalha do Mérito Industrial da FIEC relativa ao ano de 2023. Já Francisco Deusmar de Queirós, fundador do Grupo Pague Menos; Lourival Assunção Tavares, presidente do Grupo Tavares e Cerâmica Assunção; e Mario Araújo Alencar Araripe, sócio-fundador da Casa dos Ventos, receberam a premiação alusiva a 2024. A noite de comemorações contou também com a entrega da Ordem do Mérito Industrial da CNI a Ricardo Steinbruch, presidente do Conselho de Administração da Vicunha Têxtil e atual presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT).

O Presidente da FIEC e Vice-Presidente executivo da CNI, Ricardo Cavalcante, conduziu a celebração e destacou em seu discurso o caráter central da indústria na conjuntura histórica e atual. “Somos o setor produtivo com maior capilaridade no tecido socioeconômico. O resultado do nosso esforço criativo e da nossa capacidade de trabalho se faz presente em todos os espaços onde há interação humana. Desde os primeiros passos que damos, todas as nossas experiências de vida têm a marca da indústria. Estamos na alimentação, na educação, na saúde, no lazer, no vestir, no ir e vir cotidiano das pessoas. Em nossas unidades fabris, geramos centenas de milhares de empregos de qualidade, contribuindo para a redução das desigualdades sociais e econômicas”, salientou.

Para Ricardo Cavalcante, essa onipresença e robustez da indústria não seria possível sem o árduo trabalho dos homenageados da noite: “Nos anima saber que não estamos sós nesta caminhada. Que ao nosso lado caminham industriais que fazem de suas vidas um exercício cotidiano de amor ao trabalho e às pessoas, e de compromisso com a construção de uma sociedade mais justa. E hoje, quando comemoramos o Dia da Indústria, com a FIEC completando 74 anos de existência, queremos compartilhar com todos vocês a alegria de homenagear com a outorga da nossa comenda maior sete industriais cujas histórias de vida são fonte permanente de inspiração para todos nós”.

O governador do Estado, Elmano de Freitas, participou da celebração e destacou a importância das homenagens realizadas na noite, além de defender duas principais pautas: a igualdade na cobrança de impostos a produtos brasileiros e estrangeiros e as possibilidades geradas pelas energias renováveis para o Ceará. “Quero saudar o nosso presidente Ricardo Cavalcante e em especial, os homenageados e a homenageada da noite. Fico muito honrado em poder estar nesse momento em uma festa tão bonita, que homenageia pessoas que dedicam sua vida a fazer esse estado crescer, se desenvolver, gerar oportunidades de emprego e renda para o nosso povo”, frisou.

O cenário de busca por uma retomada do crescimento industrial no estado também marcou o discurso do presidente da FIEC. “Números do Observatório da Indústria da FIEC nos mostram que o setor industrial cearense responde por 20,5% do PIB estadual. Segundo dados de março do Ministério do Trabalho, 350.069 trabalhadores atuam nas 14.300 micro, pequenas, médias e grandes indústrias cearenses, produzindo riqueza e melhorando a qualidade de vida das famílias do nosso estado. Desde o último trimestre do ano passado, com a redução da taxa de juros, experimentamos contínua recuperação, que aponta para uma possível consolidação da retomada do crescimento industrial no Ceará”, pontuou Ricardo Cavalcante.

E a FIEC desempenha e seguirá desempenhando papel fundamental nisso, de acordo com seu presidente. “O Sistema FIEC como um todo tem investido na qualificação de suas casas — o SESI, o SENAI, o IEL, o Centro Internacional de Negócios e o Observatório da Indústria —, preparando-as para o cumprimento da missão que assumiu. Todas elas dispõem de infraestruturas modernas, equipadas com as mais avançadas tecnologias de ensino, pesquisa e desenvolvimento disponíveis, estando aptas a qualificar as nossas empresas para os desafios atuais e futuros”, reforçou.

Em mensagens transmitidas na cerimônia, Ricardo Alban, Presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Camilo Santana, ministro da Educação, e Beto Studart, ex-presidente da FIEC, parabenizaram os industriais homenageados e enalteceram os esforços realizados pela FIEC, sob liderança de Ricardo Cavalcante, em prol do desenvolvimento cearense.

Homenageados

Marcadas por sucesso, as trajetórias dos sete homenageados contemplam segmentos fortes e diversos da indústria cearense e brasileira, dos mais tradicionais àqueles que despontam como estratégicos para a atividade industrial do futuro.

Hoje à frente do Grupo Telles, Aline Telles Chaves construiu uma sólida carreira de mais de 35 anos dedicados ao crescimento e à inovação das empresas que compõem o conglomerado — Naturágua Água Mineral, Yplastic Embalagens Plásticas, Santelisa Embalagens, Agropaulo Agroindústria, Ceará Mirim Agroindustria, Ypetro Distribuidora de Petróleo e iPark Complexo Turístico —, unindo os valores familiares ao ambiente empresarial, sem esquecer da contribuição social e da sustentabilidade.

“Acredito fortemente que somos agentes de mudanças. Não importa quantos impostos paguemos, problemas tenhamos, burocracias públicas enfrentemos… Temos uma papel de liderança a desempenhar. A empresa traz dignidade, gera riqueza e é capaz de inspirar pessoas e mudar realidades. [...] Tenho muito orgulho de ser empresária e de liderar um grupo empresarial com colaboradores fiéis”, ressaltou Aline Telles Chaves em seu discurso.

Fundador e presidente do Grupo Samaria, Cristiano Peixoto Maia soube conduzir seus negócios à prosperidade de forma estratégica, construindo também uma atuação multissetorial, baseada em seu natural tino empreendedor. Fazem parte do grupo iniciativas na área de incorporações e construção civil, nutrição animal, criação de gado e carcinicultura. Pertence ao grupo, inclusive, a maior fazenda de camarão do país.

“É uma noite de gratidão. Só quero agradecer à FIEC por me oferecer essa Medalha. Agradeço à minha esposa, minha companheira de todas as horas, e aos meus filhos, que estão no negócio, nos ajudando a fazer as empresas crescerem. Agradeço também aos meus netos, a próxima geração dos negócios, e aos nossos colaboradores, com quem temos uma ótima relação”, destacou Cristiano Maia Peixoto.

À frente da Emape, Roberto Soares Pessoa fomentou pioneiramente a avicultura no estado, contribuindo para o desenvolvimento da produção de aves e fortalecendo a atuação classista no setor. Seu trabalho na política também trouxe importantes avanços para o Ceará e para o município de Maracanaú, do qual é hoje prefeito, cumprindo seu terceiro mandato. Foi também vice-prefeito da cidade, além de deputado estadual e federal.

“Muito obrigada a Deus, à minha família, ao meu setor de avicultura, e ao meu sindicato de rações, do qual fui fundador”, ressaltou Roberto Soares Pessoa durante seu discurso na solenidade.

Responsável pelo Grupo Pague Menos, que detém uma das maiores redes de varejo farmacêutico do Brasil, Deusmar Queirós revolucionou o conceito de farmácia no país, implementando pioneiramente aqui o modelo de drugstores norte-americanas — que vendem, além de medicamentos, produtos de toda sorte. Com iniciativas bem-sucedidas também na indústria química, o empresário é um dos grandes nomes do empreendedorismo cearense.

“Se eu tenho que falar hoje de algo é de gratidão, que é a palavra que mais traduz esse momento para quem está aqui em cima sendo homenageado. Eu me sinto privilegiado. Sei que a gente vive um momento difícil […] mas continuo acreditando muito no nosso país, que nós conseguiremos vencer e dar melhores condições de vida para nossos familiares, amigos e conterrâneos”, salientou Deusmar Queirós.

Um dos pioneiros da produção cerâmica no Ceará, Lourival Tavares contribuiu fortemente para o desenvolvimento do setor no estado, unindo à atuação do Grupo Tavares a preocupação com o impacto das atividades econômicas no meio ambiente. A indústria é hoje responsável pela fabricação de uma variedade de produtos de olaria de barro cozido e implementa em seu processo produtivo iniciativas de redução das emissões de gases de efeito estufa.

“A minha palavra é o agradecimento, a Deus, primeiramente, pela oportunidade de aos 79 anos estar aqui. Aos meus irmãos, com quem construí o negócio, à minha mulher, que é especial, e aos meus filhos. […] Quero dividir também essa medalha com nossos colaboradores, nossos companheiros que trabalham comigo. Nós somos uma grande família”, ressaltou Lourival Tavares ao discursar ao público da
noite.

Nome de peso no cenário das energias renováveis, Mario Araripe é um dos sócios-fundadores da Casa dos Ventos, empresa que conta com o maior portfólio de projetos eólicos e solares do Brasil. Sua atuação de liderança no setor contribuiu para o avanço da causa ambiental no Brasil, alinhando-a à pauta da descarbonização e da transição energética.

“Agradeço ao Ricardo Cavalcante pelo brilhantismo do evento e agradeço pela homenagem da noite. Se eu já achava que Deus era brasileiro, agora eu tenho certeza que ele é cearense. […] O estado passa por uma transição energética violenta, e o Ceará é um estado privilegiado. Temos o melhor sol, o melhor vento”, reforçou Mario Araripe ao receber a condecoração.

Com uma trajetória bem-sucedida de liderança, Ricardo Steinbruch acumula atuações à frente de instituições industriais e associativistas em todo o país. Seu desempenho junto à Vicunha Têxtil, da qual foi CEO e hoje exerce o cargo de presidente do Conselho de Administração, contribuiu para transformá-la em uma das mais expressivas indústrias têxteis do mundo, com forte presença também no Ceará.

"Estou imensamente orgulhoso e feliz por receber esta homenagem da CNI, realizada pela FIEC. Agradeço a todos os envolvidos que contribuem para o crescimento da indústria em nosso estado, especialmente na geração de empregos. Meu desejo é que o Ceará continue prosperando e se desenvolvendo”, salientou Ricardo Steinbruch.

Noite prestigiada

A celebração do Dia da Indústria reuniu industriais, empresários, políticos e personalidades do estado e do país na homenagem aos sete vencedores da noite. Compuseram a mesa do palco, além dos homenageados e do Presidente da FIEC, Ricardo Cavalcante, o Governador do Estado do Ceará, Elmano de Freitas; a Vice-Governadora do Estado do Ceará, Jade Romero; o Vice-Prefeito de Fortaleza, Élcio Batista; o Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, deputado estadual Evandro Leitão; o Presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Gardel Rolim; o Presidente do Tribunal de Contas do Estado do Ceará, Rholden Queiroz; e o Presidente do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Paulo Câmara.

Texto: Caroline Rocha, com colaboração de Elayne Costa

Fotos: George Lucas e Laura Guerreiro

(85) 3421.5916 / Av. Barão de Studart, 1980, Aldeota - Fortaleza-CE
© Todos os direitos reservados ao NUMA