Empresários cearenses indicam principais problemas do sistema tributário brasileiro

O sistema tributário brasileiro sempre foi alvo de muitas críticas, tanto por parte de produtores como de consumidores. A alta regressividade dos impostos no Brasil e a complexidade dos tributos são alguns dos principais problemas do sistema. Nesse sentido, a pesquisa da Sondagem da Tributação, realizada pelo Observatório da Indústria da FIEC em parceria com a CNI, busca avaliar alguns desses indicadores para as Indústrias de Transformação e Construção do Ceará. Foram analisados 6 aspectos referentes à qualidade do sistema tributário brasileiro, avaliados entre “Ruim”, “Muito Ruim”, “Bom” ou “Muito Bom”. Nesse contexto, todos os aspectos analisados receberam uma avaliação majoritariamente negativa, com destaque para número de tributos, onde 88% dos empresários avaliaram como “Ruim” ou “Muito Ruim”, e simplicidade, com 83%. Além disso, os outros aspectos - direitos e garantias do contribuinte, transparência, estabilidade de regras e segurança jurídica – também apresentaram resultados que mostram um alto grau de insatisfação do industrial cearense.

Confira o estudo completo AQUI.

(85) 3421.5916 / Av. Barão de Studart, 1980, Aldeota - Fortaleza-CE
© Todos os direitos reservados ao NUMA