telefone(85) 4009.6300

Beto Studart reúne-se com o governador para discutir Fundo de Estabilização Fiscal

12/07/2016 - 12h07

O presidente da FIEC, Beto Studart, esteve reunido na segunda-feira com o governador do Ceará, Camilo Santana, no Palácio da Abolição, quando apresentou uma proposta da indústria em relação a criação do Fundo Estadual de Estabilização Fiscal (FEEF), que tramita em caráter de urgência na Assembleia Legislativa. Com o FEEF o governo cearense quer reduzir em 10% os incentivos à indústria para equilibrar o orçamento do Estado. Caso seja aprovado, todas as empresas que usufruem de incentivos terão de depositar 10% do benefício no Fundo de Estabilização Fiscal.

De acordo com Beto Studart, uma das demandas do setor é que as indústrias menores, com faturamento até R$ 15 milhões por ano, não sejam obrigadas a devolver parte do incentivo ao FEEF. "E outra, dependendo do nível e da velocidade da reativação da atividade econômica, à medida que as empresas começarem a arrecadar um pouco mais, vão proporcionalmente saindo da obrigatoriedade", acrescentou. Outra proposta apresentada pela Fiec ao governador trata de uma compensação às empresas. "Se ele está criando um FEEF por dois anos, que nos compense por mais quatro", afirmou Beto Studart. O presidente informou que o governador ficou de estudar a possibilidade de acatar os pedidos que foram realizados.

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

FIEC - Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024 - CNPJ: 07.264.385/0001-43
Política de Privacidade & Copyright