telefone(85) 4009.6300

SESI Ceará destaca importância da imunização

09/06/2021 - 10h06

Entre os assuntos mais comentados do dia a dia da sociedade contemporânea está a vacinação. E, claro, que hoje, 9/6, Dia Mundial da Imunização, o SESI Ceará cumpre seu papel de reforçar a relevância da vacinação, tanto no âmbito das tomadas de decisões individuais, quanto para a saúde da coletividade.

De acordo com Alexandre de Lima Santos, médico do trabalho do SESI Ceará, manter a vacinação em dia, mesmo na vida adulta, é um dos melhores métodos para evitar as doenças e as infecções. “Ao exercerem suas atividades biológicas no organismo humano, as vacinas fazem a indução do sistema imunológico para que este reaja e produza os anticorpos necessários à defesa contra os agentes causadores de doenças”, explica.

A vacinação ainda é a forma mais eficaz e única de prevenção de algumas doenças. “Ao ser vacinado, o indivíduo está contribuindo para a diminuição de casos de determinada doença na comunidade. E, hoje, as instituições e os profissionais de saúde convidam pais e responsáveis, bem como adultos e idosos, a cumprirem o dever de manter em dia a Carteira de Vacinação”, declara o médico.

Programa Nacional de Imunização

Mais do que um registro e controle das vacinas recebidas no Programa Nacional de Imunização (PNI), a Carteira de Vacinação é um instrumento de cidadania. Doutor Alexandre conta que o PNI foi criado em 1973 e é considerado o mais completo do mundo, com grande cobertura de população vacinada e de quantidade de vacinas oferecidas gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), num total de 19, que integram o Calendário Nacional de Vacinação e protegem contra 18 doenças imunopreveníveis, cuja proteção começa nos recém-nascidos e se estende por toda a vida.

Entre alguns exemplos de erradicação, Alexandre cita a varíola e a poliomielite em quase todas as localidades do mundo. “Além disso, foi possível ter o controle da rubéola e do sarampo e a queda da mortalidade infantil em inúmeros países”, destaca.

COVID-19

Para o médico do SESI Ceará, com o início da pandemia de COVID-19, tornou-se ainda mais evidente o papel das vacinas na proteção da sociedade mundial no enfrentamento da maior crise sanitária dos nossos tempos. “A importância das vacinas nesse contexto se apresenta para reduzir o número de pessoas com sintomas e internações, bem como a quantidade de casos graves e de óbitos”, enfatiza.

Com o passar do tempo e o aumento da cobertura vacinal da população, espera-se também reduzir a circulação do novo coronavírus. Mas Alexandre alerta que, entretanto, ainda é dever de todos, mesmo entre as pessoas já vacinadas, manter as medidas preventivas e os cuidados para evitar a proliferação do vírus e de novos casos.

Assim, é necessário, mesmo em pessoas já imunizadas parcialmente ou totalmente, manter os protocolos de saúde. Tanto em casa como no trabalho é preciso seguir com uso constante e adequado de máscaras, o distanciamento social e a higienização. Pois esses cuidados ainda são fundamentais para evitar a transmissão da Covid-19.

O Guia SESI de Prevenção da Covid-19 nas Empresas traz orientações sobre como evitar a transmissão da doença. Confira AQUI

Acompanhe o Sistema FIEC nas redes sociais:

Sistema FIEC - Sistema Federação das Indústrias do Estado do Ceará
Av. Barão de Studart, 1980 - Aldeota - Fortaleza/CE - CEP: 60.120-024
Política de Privacidade & Copyright