Seminário aborda importância do selo de inspeção para indústrias de alimentos

15/02/2017 - 12h02

A Casa da Indústria sediou nesta quarta-feira (15/2) seminário da Secretaria de Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa) sobre a importância do selo de Serviço de Inspeção Estadual (SIE). O evento contou com a participação de empresários e dirigentes do Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca no Estado do Ceará (Sindfrio), Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados no Estado do Ceará (Sindlacticínio) e do Sindicato das Indústrias da Alimentação e Rações Balanceadas no Estado do Ceará (Sindialimentos), além do diretor regional do SENAI/CE, Paulo André Holanda.                       

O evento foi aberto pelo secretário adjunto da Seapa, Euvaldo Bringel. Ele explicou que o objetivo do encontro era apresentar o que a secretaria e os parceiros, como SENAI, Sebrae e BNB, têm a oferecer às empresas de alimentos em geral para que elas possam cumprir as normas sanitárias e profissionalizar seus negócios. Segundo ele, a ideia é aproveitar o seminário para construir com as entidades parceiras um programa de trabalho para 2017 e anos seguintes para apoiar e orientar a regularização de empresas de alimentos junto ao SIE.   

Antes da programação técnica, o diretor do Sindfrio, Oziná Costa, afirmou que a Seapa está fazendo um grande trabalho em relação à orientação e preparação das indústrias, especialmente as pequenas, para a obtenção do selo do SIE. “É necessário que os empresários também estejam dispostos e queiram atender às normas para receber o SIE. O consumidor hoje está extremamente exigente. Tanto a dona de casa, quanto os clientes de hotéis e restaurantes. Eles procuram produtos que tenham selo de inspeção. Os que não têm, o cliente não leva. Não só o peixe, como qualquer alimento”, disse.                     

A inspeção higiênico-sanitária, destacou o empresário, tem por objetivo fundamental a preservação da saúde pública, proporcionando à população o acesso a alimentos seguros, reduzindo os riscos de transmissão de zoonoses e de toxinfecções alimentares.

Em seguida, o evento contou com uma palestra do gerente de negócios do Sistema FIEC, Dermival Costa, apresentando o portfólio do SENAI para as indústrias do setor de alimentos. Também prestaram orientações aos empresários técnicos do Sebrae, Seapa e BNB.

(85) 4009.6300 / Av. Barão de Studart, 1980, Aldeota - Fortaleza-CE